Agende conosco sua próxima atividade!

 

Obrigada e Obrigado!

Tainá Felix

Jaderson Souza

contato@gamearte.art.br

gamearte.art.br

(11) 97189-6701 :: Tainá

(11) 96381-0685 :: Jaderson

Jogos Diversos

Produção Partilhada do Conhecimento nos jogos digitais.

O trabalho é apresentado a partir de pesquisa acadêmica de Doutorado (Diversitas/USP) e também através de Vivências e atividades sócio-educativas na comunidade.

A presente pesquisa pretende estudar uma maneira de reivindicação do lugar de fala das minorias representativas a partir do processo de construção de jogos digitais diversos. Ao considerar a invisibilidade de corpos oprimidos, e que, especialmente no campo de jogos digitais resultam em produção cada vez mais homogênea e não diversa, o principal objetivo da pesquisa é a busca pelo fortalecimento destes grupos. A partir da produção partilhada do conhecimento, propõe-se a ruptura do padrão de produção de saberes construídos na universidade, buscando um diálogo heterárquico entre comunidade e universidade.
 

Como hipótese preliminar, a produção de jogos digitais diversos busca promover e disseminar culturas oriundas de minorias representativas, colocando-as em posição de protagonismo na produção cultural, fortalecendo e ratificando seu lugar de fala.

Conheça mais através do BLOG Game e Arte.

 

Estúdios, profissionais e obras

Aqui você encontra xs desenvolvedores e obras que fazem parte deste novo recorte em jogos digitais.

Seu apoio aos profissionais é fundamental para o desenvolvimento do programa!

Game e Arte

As obras da Game e Arte são desenvolvidas por Tainá Felix e Jaderson Souza.

Desde quando iniciamos o trabalho com games autorais, compreendemos a possibilidade de contar nossas próprias histórias a partir dos games.

 

Tais histórias não necessariamente se encaixam nos padrões da indústria de jogos. Por isso, há a necessidade de estudarmos e construirmos maneiras alternativas de circulação. Ao passo que o capitalismo busca engendrar todas as iniciativas e transformá-las em objetos de consumo, buscamos construir obras que podem ser jogadas, desconstruídas e discutidas. Potencializar o trabalho técnico que exige tantos esforços para ser realizado. Criar espaços de escuta para as pessoas que se colocam à criar.

Acreditamos no poder transformador dos games independentes. Imaginamos os games como um espaço onde minorias, como nós, podemos nos ver representadas. Através de pequenas produções independentes, queremos trazer histórias que representam nossas culturas locais, desejos e toda a pluralidade que fazem cada pedacinho do mundo um lugar incrível pra se viver.

Além dos jogos autorais, a Game e Arte dispõe no território brasileiro de atividades socioeducativas presenciais a partir dos videogames.

Games

A Nova Califórnia

Uma experiência guiada pela história, baseada em um conto brasileiro de 1910. Tubiacanga. Uma cidade pacata do interior do Rio de Janeiro vive o mais nojento crime de sua história: o roubo de ossos de defunto!

Amora

Amora é um pocket game não viciante sobre uma vampira que quer transmitir seu amor à um humano! Contudo, por ser de outra espécie, Amora sempre se atrapalha e, ao invés de amor, transforma sua querida paixão em outro vampiro.

Sue The Real

As obras da Sue The Real são desenvolvidas por Raquel Motta e Marcos Silva.

Sue The Real é um estúdio de jogos fundado e composto por Raquel Motta e o Marcos Silva, com o intuito de criar experiências emocionais e de impacto social por meio de jogos, atingindo principalmente  questões afro brasileiras e apoio a causas animais. esde quando iniciamos o trabalho com games autorais, compreendemos a possibilidade de contar nossas próprias histórias a partir dos games.

Games

Angola Janga

Angola Janga: Picada dos Sonhos é um jogo 2D baseado no livro Angola Janga, criado pelo Marcelo D'Salete. Com elementos de aventura e quebra-cabeça, você precisará ajudar Soares e Andala à encontrar o tão sonhado caminho até o Quilombo de Palmares.

O jogo foi finalista do edital KOHQ2 fomentado pela SPCine (2018).

Associacao dos Povos Tradicionais :: APOTI

As obras da APOTI são desenvolvidas por Guilherme Meneses, Isaka Huni Kuin e diversas pessoas da comunidade

Sue The Real é um estúdio de jogos fundado e composto por Raquel Motta e o Marcos Silva, com o intuito de criar experiências emocionais e de impacto social por meio de jogos, atingindo principalmente  questões afro brasileiras e apoio a causas animais. esde quando iniciamos o trabalho com games autorais, compreendemos a possibilidade de contar nossas próprias histórias a partir dos games.

Games

Huni Kuin

Este jogo eletrônico foi desenvolvido a fim de abordar a cultura do povo indígena Kaxinawá (ou Huni Kuin, como os próprios se denominam), a fim de possibilitar uma experiência de intercâmbio de conhecimentos e memórias indígenas por meio da linguagem dos videogames.

Sua proposta é propiciar uma imersão no universo Huni Kuin, em que os jogadores possam entrar em contato com saberes indígenas – como os cantos, grafismos, histórias, mitos e rituais deste povo – possibilitando uma circulação destes conhecimentos por uma rede mais ampla.

Neste sentido, a produção do jogo foi concebida como uma criação coletiva da equipe de pesquisadores, da equipe técnica e dos narradores, desenhistas e cantadores indígenas, que buscaram um esforço permanente de tradução entre culturas, mídias e formatos.

Aoca Game Lab

As obras da Aoca Game Lab são desenvolvidas por Filipe Pereira, Victor Cardozo, Bigod the Frog, Vinicius Santos, Daniel Argôlo e Anderson Sampaio

Aoca Game Lab é um pequeno estúdio indie de Salvador (BA), Brasil. O time foi formado em agosto de 2016 e desde então está focado no desenvolvimento do seu primeiro título, Árida: Backland’s Awakening!

Resistindo no universo dos games, o grupo busca contar histórias do sertão nordestino brasileiro! Ao que compreendemos, o grupo busca flertar com duas vertentes. Na indústria de jogos, através de uma produção que dialogue com seus formatos tradicionais de jogo e circule por feiras e espaços de jogos independentes. Além disso, com grande coragem e resistência, a proposta possui grandes possibilidades de também abracar um espaco artesanal, cuja circulacao como trabalho cultural abra novas possibilidades para que minorias discriminadas possam também criar games.

Games

Arida: Backland's Awakening

Uma história de sobrevivência e aventura em pleno sertão brasileiro. Enfrente a seca para explorar as regiões mais áridas, reunir recursos e descobrir pistas sobre o destino da jovem Cícera.

 

Encontre Cícera para viver uma jornada de sobrevivência e aventura em pleno sertão brasileiro do século XIX. Reúna recursos, construa utensílios, aprenda a utilizar ferramentas e interaja com outros sertanejos. Seja forte, tenha fé e sabedoria para explorar as regiões atingidas pela seca e descobrir mais sobre o seu próprio destino.

Janos Leite

As obras de Janos Leite são desenvolvidas por ... Janos Leite!

Formado em filosofia, Janos Biro é professor e utiliza os jogos digitais como espaço para a discussão política.

Sendo um aliado muito importante para a cena de jogos diversos, Janos produziu, dentre outros, a obra À Serviço de Ganga Zumba, jogo textual que traz como protagonistas personagens que viveram no Quilombo dos Palmares.

Como bom filósofo, Janos sempre busca questionar o status quo de nossa cultura. E isso inclui os games. Compreendendo a importância do lugar de fala, Janos gentilmente convidou Tainá (Game e Arte) para colaborar com uma análise sobre o roteiro da obra. Desta forma, seu trabalho também norteia bastante a pesquisa em jogos diversos, ao passo que utiliza-se da Produção Partilhada do Conhecimento como método de criação de seus trabalhos.

Games

A Serviço de Ganga Zumba

Baseada na aventura contida no livro "Mini GURPS: Quilombo dos Palmares", esta é uma aventura de texto ambientada no Brasil em 1670, e os personagens principais são habitantes do Quilombo dos Palmares.

PugCorn

As obras de PugCorn são desenvolvidas por Igor Odi, Stella Lage, Daniel Carvalho e Mariana Souto

PugCorn é um estúdio criado a partir de um grupo de estudantes da Faculdade de Jogos Digitais Anhembi Morumbi.

Construído durante o período de estudos, um dos jogos do grupo, Florescer, fora construído em parceria com a Casa de Acolhida à Mulheres Transexuais Florescer, que fica na região central de São Paulo.

 

Segundo Mariana Souto, o jogo foi construído com base em um emaranhado de histórias contadas por moradoras da Casa Florescer, na época, com a intenção de tocar jogadorxs com relação às questões enfrentadas por estes grupos.

Games

Florescer

Florescer é um Serious Game narrativo desenvolvido em conjunto com a Casa de Acolhida a Mulheres Transsexuais e Travestis Florescer. O jogo tem o objetivo de provocar a reflexão e causar empatia para com as pessoas trans, colocando o jogador no papel de uma adolescente trans e mostrando as dificuldades e os preconceitos presentes  no cotidiano.